VAI SENTAR: Funcionários do Hospital Regional de Nova Andradina são flagrados em festa durante a pandemia

junho 29, 202012:57 pm
Aglomeração foi postada nas redes sociais – Foto: Redes Sociais

Uma  festa com a  presença de servidores do Hospital Regional de Nova Andradina e de profissionais que atuam em outros segmentos, circularam nas redes sociais neste final de semana.

O material foi parar nas mãos das autoridades ligadas ao setor de Saúde Púbica que, por sua vez, encaminharam o caso para a 1ª Delegacia de Polícia Civil para as devidas apurações.

Pelas fotos e vídeos, é possível observar aglomeração de pessoas, todas sem máscaras de proteção, consumo de bebidas alcoólicas, música em volume alto e até mesmo um moderno sistema de iluminação. 

 

Falas de algumas pessoas que aparecem nas filmagens citam expressões como “covid-19”, “faça sua doação no QR code da nossa live”, remetendo a termos adotados após o anúncio da situação da pandemia, o que leva a crer que o evento teria acontecido recentemente, embora não haja uma referência à data de sua realização.

 

Em plena época de pandemia de covid-19, com decretos municipais proibindo as aglomerações e com orientação dos órgãos competentes que recomendam o isolamento social, as imagens da suposta “balada” causaram revolta em muitos moradores da cidade.

 

Na noite deste domingo (28), após a circulação das imagens o secretário de Saúde, Sérgio Maximiano, afirmou ter encaminhado a situação para averiguação policial.

 

“Recebemos este material e repassamos à Polícia Civil, que já está trabalhando na identificação das pessoas que aparecem nas imagens”, disse o gestor. Ele disse que dependendo dos resultados dos levantamentos realizados durante a investigação será possível adotar as medidas cabíveis.

 

“As pessoas ainda estão sendo identificadas, as que trabalham no Regional são três, também havia um professor. Nenhum servidor da secretaria municipal da saúde foi identificado até o momento”, explicou o Secretário.

Sergio Maximiano ainda afirmou que será instaurado Inquérito Policial para todos e o que o MPE (Ministério Público Estadual já está ciente e receberá uma cópia. A Polícia Civil vai identificar todos que participaram e estão sujeito a multa e sanções do decreto municipal.

 

“Em meio à crise da pandemia, a atitude desses profissionais da saúde é uma afronta às normas da quarentena, bem como uma apologia à aglomeração”, pontuou o secretário.

 

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários