Vacinação é prorrogada em 16 municípios de MS

setembro 4, 20185:18 pm

MS vacina 93% das crianças, mas 16 municípios prorrogam até dia 14 a Campanha contra a Pólio e o Sarampo

Mato Grosso do Sul vacinou 93% das crianças de 1 a 5 anos durante a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo. Dos 79 municípios, 63 superaram a meta de vacinação de 95%. Por determinação do Ministério da Saúde, Campo Grande e mais 15 municípios que não atingiram a meta continuam com a Campanha até 14 de setembro.

No Estado foram aplicados 147.597 doses da vacina contra a Pólio, ou seja, 93,37% de cobertura vacinal e 147.013 doses da vacina contra o Sarampo, o que equivale a 93,00%. A capital sul-mato-grossense atingiu 80,83% da meta e Dourados alcançou 94,49%.

Além de Campo Grande e Dourados os outros municípios que prorrogaram a Campanha Nacional até o dia 14 de setembro são: Água Clara, Anastácio, Aquidauana, Brasilândia, Guia Lopes da Laguna, Iguatemi, Itaporã, Jaraguari, Jateí, Naviraí, Nioaque, Ponta Porã, Santa Rita do Pardo e Terenos.

A Campanha de Vacinação teve início em 6 de agosto. O esquema vacinal do Calendário Nacional de Vacinação é composto por três doses da Vacina Inativada Poliomielite (VIP), administradas aos dois, quatro e seis meses de idade, com a vacina oral poliomielite (VOP0) aos 15 meses e aos quatro anos de idade.

Até essa segunda-feira (3.9), 88% das crianças receberam as vacinas contra a Pólio e o Sarampo em todo o País.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) distribuiu 257.700 doses da vacina contra a Poliomielite e 206.010 doses da Tríplice Viral. As doses das vacinas já foram entregues para todos as regionais e para micro de Campo Grande. Também foram disponibilizadas seringas e agulhas para a vacina tríplice viral num percentual de 100% da população de cada município.

O objetivo da Campanha é manter elevada a cobertura vacinal contra a paralisia infantil nos municípios e evitar a reintrodução do vírus selvagem da Poliomielite. Em 2017 Mato Grosso do Sul conseguiu 88% de cobertura vacinal.

Foto: Miva Filho

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários