Regina Duarte tem dívida de R$ 319,6 mil com a Lei Rouanet

janeiro 24, 20201:08 pm
Com isso, a artista tem de pagar R$319 mil ao Fundo Nacional da Cultura.

Regina Duarte, cotada por Jair Bolsonaro (sem partido) para assumir a Secretaria Especial da Cultura, foi condenada a pagar R$ 319,6 mil aos cofres públicos por irregularidades com a Lei Rouanet.

Segundo a revista Veja, a empresa da atriz, ‘A Vida É Sonho Produções Artísticas’, fez três financiamentos por meio do incentivo público, no total de R$ 1,4 milhão. Contudo, em março de 2018, o Ministério da Cultura reprovou a prestação de contas de um dos projetos, a peça ‘Coração Bazar’. Para o espetáculo foram captados R$ 321 mil.

Com isso, a artista tem de pagar R$319 mil ao Fundo Nacional da Cultura. Porém, a empresa entrou com um recurso contra a decisão. À publicação, Regina disse que fará “o que a Justiça determinar”.

André Duarte, filho da atriz e sócio da empresa, afirmou que houve um descuido na prestação de contas, por conta da falta de comprovantes de que o monólogo, em cartaz de 2004 a 2005, foi exibido sem a cobrança de ingressos.

SUSPENSÃO

Willian Bonner viralizou nas redes sociais após ler um comunicado da Globo, durante o Jornal Nacional da última terça-feira, 21, sobre suspensão de Regina Duarte, caso aceite o convite do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e assuma a Secretária de Cultura do governo.

Regina Duarte recebeu o convite após Roberto Alvim ser exonerado por um vídeo com referência ao ministro da Propaganda da Alemanha nazista, Joseph Goebbels , na semana passada.

Segundo o texto lido por Bonner, caso Regina Duarte aceite oficialmente o chamado de Bolsonaro, ela deverá pedir demissão da Globo.

“A atriz Regina Duarte tem contrato vigente com a Globo e sabe que se optar por assumir cargo público deve pedir a suspensão de seu vínculo com a empresa, como impõe a política interna de conhecimento de todos os nossos colaboradores”, disse Bonner.

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários