Pistoleiro executa a tiros, professor de faculdade na fronteira

julho 10, 201911:24 am
Não há suspeitos já que a vítima aparentemente não tinha inimigos e dedicava a vida ao trabalho. – Foto: Porã News

Na manhã dessa quarta-feira, dia 10 de julho, por volta das 07h, mais um crime deixou a população fronteiriça estarrecida e sem entender o que está acontecendo na fronteira.

O engenheiro agrônomo e professor universitário identificado como Hector Gustavo Ruiz Duarte foi morto a tiros de pistola 9mm quando transitava pela esquina da Rua Tenente Herrero e Alberdi. Os tiros acertaram mais a região da cabeça.

De acordo com informações, o homem foi morto ao parar em um semáforo por uma pessoa que estava a bordo de uma moto.

Agentes da Divisão de Investigação da Polícia Nacional estão no local, mas até agora não há pistas dos matadores.

A Linha Internacional, formada por Mato Grosso do Sul e o departamento de Amambay enfrenta uma onda de assassinatos em 2019. Números extraoficiais, baseados em levantamentos de jornalistas que cobrem a área, apontam para uma centena de execuções neste ano, principalmente em Pedro Juan Caballero e Ponta Porã.

O agrônomo desempenhava a função de coordenador acadêmico na Faculdade de Ciências Agrárias UNA, filial em Pedro Juan Caballero.

A vítima estava em uma caminhoneta Toyota, modelo Hilux, escura, com placas do Paraguai. Pelo menos 12 disparos foram efetuados.

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários