Pentágono autoriza envio de 15 mil agentes para a posse de Joe Biden

janeiro 11, 20217:16 pm
Todos estarão munidos com equipamento anti-distúrbios e armas, mas até agora eles não foram autorizados a portá-las nas ruas da capital americana

O Pentágono anunciou nesta segunda-feira (11) ter autorizado o envio de 15.000 membros da Guarda Nacional para a posse do democrata Joe Biden em 20 de janeiro, em meio a temores de mais violência por parte dos apoiadores do presidente Donald Trump.

Já há 6.200 agentes da Guarda operando em Washington e está previsto um total de 10.000 no próximo fim de semana, enquanto outros 5.000 podem se juntar a eles no dia da posse, segundo o general Daniel Hokanson, chefe do Gabinete do Guarda Nacional do Departamento de Defesa.

Todos estarão munidos com equipamento anti-distúrbios e armas, mas até agora eles não foram autorizados a portá-las nas ruas da capital americana, explicou. Sua missão será apoiar a polícia local em comunicações, logística e segurança.

Autorizar a Guarda Nacional a agir armada e a realizar prisões seria um “último recurso” se a situação de segurança sair do controle, disse Hokanson.

O Pentágono e a Guarda Nacional  força militar de reserva  foram criticados por uma resposta lenta na quarta-feira, quando a sede do Congresso dos EUA foi invadida por milhares de partidários de Trump que sobrepujaram a corporação encarregada da segurança no Capitólio, sem pessoal suficiente ou preparação adequada. O caos desencadeado deixou cinco mortos.

Porém, de acordo com funcionários do Pentágono, a Guarda Nacional foi convocada tarde e não tinha de imediato uma tropa de choque. “Eles não previram esse nível de violência”, afirmou Hokanson.

Anteriormente, a prefeita de Washington, Muriel Bowser, antecipando a possibilidade de tensões em torno da posse de Biden, pediu à população que evitasse visitar a capital.

“Pedimos aos americanos que NÃO VENHAM a Washington DC para a 59ª posse presidencial em 20 de janeiro e, em vez disso, participem virtualmente”, declarou ela.

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários