Olimpíada ganha nova data e vai acontecer no verão de 2021

março 30, 202011:48 am
COI anunciou que os Jogos Olímpicos de Tóquio serão realizados entre 23 de julho e 8 de agosto do próximo ano

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio ganharam novas datas após o adiamento por causa da pandemia do coronavírus. O COI (Comitê Olímpico Internacional) anunciou que a Olimpíada vai acontecer entre 23 de julho e 8 de agosto de 2021. Já a Paralímpiada será realizada entre 24 de agosto e 5 de setembro.

“Quero agradecer às Federações Internacionais pelo apoio unânime e às Associações Continentais dos Comitês Olímpicos Nacionais pela grande parceria e pelo apoio no processo de consulta nos últimos dias.

Também gostaria de agradecer à Comissão de Atletas do COI, com quem mantemos contato constante. Com este anúncio, estou confiante de que, trabalhando em conjunto com o Comitê Organizador de Tóquio 2020, o Governo Metropolitano de Tóquio, o Governo Japonês e todas as nossas partes interessadas, podemos superar esse desafio sem precedentes.

Atualmente, a humanidade se encontra em um túnel escuro. Estes Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 podem ser uma luz no fim deste túnel”, declarou Thomas Bach, presidente do COI, em comunicado oficial divulgado pela entidade.

O anúncio da nova data de Tóquio-2020 aconteceu após muito estudo e negociação entre o COI, o Comitê Organizador, federações e comitês nacionais. Com isso, a competição vai acontecer praticamente um ano após o previsto. Inicialmente, os Jogos de Tóquio estavam marcados para começar dia 23 de julho.

Durante a última semana, o COI anunciou que todos os atletas já que estavam classificados vão manter a vaga mesmo com o adiamento dos Jogos.  É a primeira vez na história que a competição não vai acontecer na data marcada. As edições durante a I e II Guerra Mundial foram canceladas.

Confira o comunicado oficial do COI na íntegra:

“As lideranças dos principais partidos se reuniram via conferência telefônica hoje cedo, com a presença do presidente do COI, Thomas Bach, do presidente Mori Yoshiro, do Comitê Olímpico Tóquio 2020, do governador de Tóquio, Koike Yuriko, e do ministro olímpico e paralímpico Hashimoto Seiko, que concordaram com o novo cronograma.

Essa decisão foi tomada com base em três considerações principais e em conformidade com os princípios estabelecidos pelo Conselho Executivo do COI, em 17 de março de 2020, confirmados em sua reunião de hoje. Estes foram apoiados por todas as Federações Esportivas Olímpicas Internacionais de Verão e todos os Comitês Olímpicos Nacionais:

1. Proteger a saúde dos atletas e de todos os envolvidos e apoiar a contenção do vírus COVID-19.

2. Resguardar os interesses dos atletas e do esporte olímpico.

3. O calendário internacional dos esportes.

Essas novas datas dão às autoridades de saúde e a todos os envolvidos na organização dos Jogos o tempo máximo para lidar com o cenário em constante mudança e com as perturbações causadas pela pandemia do COVID-19. As novas datas, exatamente um ano após as originalmente planejadas para 2020 (Olimpíadas em 24 de julho a 9 de agosto de 2020, e Paralimpíadas em 25 de agosto a 6 de setembro de 2020), também têm o benefício adicional de que qualquer problema que o adiamento cause ao calendário esportivo internacional pode ser reduzido ao mínimo, algo que interessa aos atletas e as Federações Internacionais. Além disso, eles fornecerão tempo suficiente para concluir o processo de qualificação. As mesmas medidas de mitigação de calor planejadas para 2020 serão implementadas.

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários