‘No meu governo está proibido falar Renda Brasil, é Bolsa Família’, afirma Bolsonaro

setembro 15, 202010:42 am
Vamos continuar com o Bolsa Família e ponto final”, disse o presidente em vídeo publicado nas redes sociais.
O presidente Jair Bolsonaro utilizou as suas redes sociais nesta terça-feira (15) para declarar que o governo federal não deve apresentar uma proposta para o Renda Brasil, programa que vinha sendo estudado para ampliar e substituir o Bolsa-família.

Em vídeo de um minuto e meio, o presidente rebateu as manchetes dos principais jornais do país, que declaram que o governo estudava congelar aposentadorias e cortar benefícios de pessoas com deficiência para financiar o novo programa assistencial.

Segundo Bolsonaro, caso uma proposta semelhante viesse da equipe econômica, seria prontamente barrada com um ‘cartão vermelho’, já que seu governo não irá ‘tirar dinheiro dos pobres para dar aos paupérrimos’. “É gente que não tem um mínimo de coração, um mínimo de entendimento de como vivem os aposentados no país”.

Nesta manhã, o ministro da Economia, Paulo Guedes, foi chamado para uma reunião emergencial com o presidente.

Nos últimos meses, o Renda Brasil tem sido motivo para discordâncias entre a equipe econômica e o Planalto, com os pontos mais delicados sendo o valor do benefício  já que o presidente gostaria de sustentar o valor mínimo de R$ 300  e a origem dos recursos em um momento de gastos públicos excessivos para conter os efeitos da pandemia do novo coronavírus.

Bolsonaro encerra o vídeo afirmando que está proibido se falar em Renda Brasil durante o seu governo e que a sua gestão dará continuidade ao Bolsa-Família “e ponto final”.

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários