Milhares de pessoas protestam na Catalunha por atuação policial em referendo

outubro 3, 201712:06 pm
Manifestação em Girona. EFE/Robin Townsend

Milhares de pessoas saíram nesta terça-feira às ruas em Barcelona e em outras cidades da Catalunha para protestar contra a atuação da polícia espanhola e da Guarda Civil no domingo para impedir a realização do referendo independentista.

As manifestações coincidem com uma jornada de greve convocada na região por sindicatos e entidades independentistas, e que segundo o Governo da Catalunha  que permitiu aos funcionários realizar esta greve – está tendo um apoio “em massa”.

Nas concentrações de hoje destacam-se as marchas de Barcelona, com cerca de 300 mil pessoas – segundo a Guarda Urbana da capital, que se manifestaram em distintas ruas do centro da cidade em protesto pela intervenção policial no dia 1 de outubro.

Este protesto se uniu a outro, que contava com cerca de 2 mil pessoas perante a Chefia da Polícia Nacional em Barcelona, e lado a lado iniciaram uma marcha que se dirigiu ao Parlamento catalão, enquanto ocorria outra concentração perante o Palácio da Generalitat (sede do Governo catalão).

Ao longo da manhã também houve concentrações diante das sedes do Partido Popular (PP, centro-direita) e dos Ciudadanos (liberais) em Barcelona, que se dissolveram à medida que os manifestantes avançavam para outros pontos onde havia protestos.

Além de Barcelona, em Girona cerca de 30 mil pessoas se concentraram perante a delegação do Governo catalão e em Tarragona, outra capital catalã, mais de 5 mil pessoas participaram de outra manifestação.

O Governo da Catalunha realizou no dia 1 um referendo sobre a independência da região, apesar de este ter sido suspenso pelo Tribunal Constitucional espanhol.

A Polícia espanhola e a Guarda Civil trataram de retirar as urnas e fechar os centros de votação por ordem judicial, o que originou distúrbios e agressões policiais, que deixaram mais de 800 feridos, segundo o Governo regional da Catalunha.

COMPARTILHAR:

Comentários