JACK do AERO RANCHO: Homem acusado de estuprar e violentar uma jovem é preso

março 27, 20189:04 pm
André foi preso em casa no Bairro Aero Rancho. Ele é casado e tem dois filhos pequenos (Foto: Saul Schramm)

O pintor André Silva de Oliveira, 31 anos, foi preso em casa sob suspeita de estuprar uma mulher de 23 anos. A vítima foi rendida por volta das 17h de ontem (26), na Avenida Vereador Thyrson de Almeida, prolongamento da Ernesto Geisel, no Bairro Guanandi II, região sul de Campo Grande.

Polícia Civil prendeu André, acusado de estuprar uma mulher que fazia caminhada na avenida. O homem foi identificado e levado para a delegacia 4 horas após o crime e, segundo a investigação, o depoimento da jovem de 23 anos foi essencial para a identificação do criminoso, já que ela memorizou a placa do carro do suspeito.

“O crime ocorreu às 17h e, por volta das 21h, ele já estava identificado e preso. A vítima nos repassou a placa e verificamos que ele estava no veículo prata. Nossa intenção é divulgar a imagem dele e verificar se existem mais vítimas”, afirmoua delegada Fernanda Félix, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam).

O homem prestou depoimento e negou o crime. A vítima contou que houve uma primeira abordagem, quando o suspeito perguntou sobre um relógio. Ela disse que não viu e continuou caminhando. Logo depois, uma nova abordagem e, desta vez, com um canivete, o homem a obrigou a entrar no carro.

A jovem ainda tentou escapar, mas recebeu novas ameaças e então entrou no carro. Houve o abuso sexual e o suspeito somente parou quando seu telefone começou a tocar. A delegada explicou que o homem apresentou um álibi, dizendo que estaria ao lado da esposa. Mas, ainda conforme a polícia, foi a própria esposa quem desmentiu a versão apresentada por ele.

O suspeito, que possuía apenas um registro por extravio, deve responder por estupro. A pena pode chegar a 10 anos de reclusão. Quem reconhecer o suspeito e quiser fazer alguma denúncia pode entrar em contato pelo telefone: 67 3314-7547.

COMPARTILHAR:

Comentários