Iraque contabiliza mais de 100 mortos em manifestações contra o governo

outubro 7, 201911:08 am
Atos acontecem desde o último dia 1°, quando manifestantes tomaram as ruas do país

Sete manifestantes foram mortos neste domingo em protestos contra o governo na capital do Iraque, Bagdá, nas mais recentes mortes em seis dias de confrontos que já deixaram mais de 100 mortos e milhares de feridos.

O governo iraquiano intensificou os esforços para conter a exaltação popular que abalou Bagdá e várias cidades do sul do país desde a última terça-feira. Forças de segurança têm repreendido os comícios espontâneos de manifestantes exigindo empregos, melhores serviços e o fim da corrupção endêmica no país.

Na primeira declaração oficial do governo, o porta-voz do Ministério do Interior, Saad Maan, afirmou neste domingo que 104 pessoas foram mortas em seis dias de protestos, incluindo oito membros das forças de segurança, e mais de 6 mil ficaram feridas. Segundo ele, uma investigação está em andamento para determinar quem está por trás do dia de maior violência em Bagdá registrado na sexta-feira.

Os atuais protestos são o desafio mais sério que o Iraque enfrenta dois anos após a vitória contra militantes do Estado Islâmico. A confusão chega em um momento crítico para o governo, que foi pego no meio da crescente tensão entre EUA e Irã na região. O

Iraque é aliado dos dois países e anfitrião de milhares de tropas americanas, bem como poderosas forças paramilitares aliadas ao Irã.

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários