GUERRA na FRONTEIRA: Pistoleiros executam comerciante em frente sua residência

dezembro 5, 20187:37 pm
O homem ainda chegou a ser socorrido, mas morreu antes de receber atendimento médico.

O mesmo foi identificado como, Vanderlei Almeida (46) que por volta das 12:30 min, da tarde de quarta feira (05) se encontrava abastecendo um caminhonete de sua propriedade que se encontrava estacionada em frente a sua residência situado na rua Antônia Capilé no bairro Jardim Universitário da cidade de Ponta Porã, quando foi surpreendido pelos pistoleiros que transitavam a bordo de uma caminhonete de cor branca, segundo testemunhas, que chegaram ao local onde sem mediar palavras realizaram vários disparos de pistola 9mm contra a vitima, que chegou a ser auxiliado ao Hospital Regional da cidade pela equipe de Corpo de Bombeiros Militares, mas faleceu ao não resistir os ferimentos.

De família de empresários e políticos, a vitima era proprietário de caminhões e uma empresa de ônibus na cidade de Ponta Porã, onde foi executado a tiros.

Investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Policia Civil imediatamente após a execução iniciaram as investigações e recolheram imagens de câmeras de segurança situadas nas proximidades do ataque dos pistoleiros a fim de identificar os mesmos.

Fotos: Porã News

Camionete Branca

Testemunhas do assassinato do empresário Wanderley Almeida, de 46 anos, afirmaram que os suspeitos fugiram em uma camionete de cor branca.

as testemunhas contaram que os pistoleiros chegaram ao local na camionete e sem dizer nenhuma palavra com a vítima efetuaram disparos de pistola 9 mm. A vítima abastecia o veículo em frente a sua residência, no Jardim Universitário, quando foi assassinada.

Almeida chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos.

Vanderlei Almeida era proprietário de caminhões e tinha uma empresa de ônibus no município. Também seria irmão do proprietário de uma tornearia da cidade.

Agentes do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil recolheram imagens de câmeras de segurança instaladas na região para tentar identificar os suspeitos.

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários