FOGO no PARQUINHO: Delegado Waldir afirma que Bolsonaro usou a Polícia Federal para enfraquecer Bivar

outubro 18, 20191:17 pm
Delegado Waldir afirma que Bolsonaro usou a Polícia Federal para enfraquecer Bivar e tomar controle do PSL. – Foto: Daniel Marenco

O líder do PSL na Câmara, deputado Delegado Waldir (GO), afirmou que o presidente Jair Bolsonaro está agindo para tomar o controle do partido e enfraquecer o atual comando da legenda. Segundo ele, o chefe do Executivo teria, inclusive, usado a Polícia Federal (PF) para atacar o presidente da sigla, Luciano Bivar.

Como pode um presidente da República usar a Polícia Federal para fazer uma busca na casa do presidente do PSL, tentando enfraquecer o nosso partido, para tomar o controle, (tomar) todos os diretórios e o fundo partidário, a chave do cofre?  questionou em entrevista ao Gaúcha Atualidade desta sexta-feira (18).

Logo após essa explanação, Waldir foi questionado se considera que houve interferência de Bolsonaro na operação da PF contra Bivar, na semana passada. O deputado reforçou seu entendimento:

Isso é um circo. (Foi) Uma ação premeditada e preparada. Ou será que o presidente da República tem uma bola de cristal , é a mãe Diná, que adivinhou essa operação uma semana antes, quando, na frente do Palácio, falou para um jovem que o presidente Luciano Bivar estava sujo? Ele tem bola de cristal… quando tentou afastar a imagem dele do PSL?

Flagrado em áudio xingando Bolsonaro e dando indícios de que teria provas comprometedoras contra o presidente, o parlamentar esclareceu o que teria levantado contra o Executivo:

Teve um áudio do presidente da República cooptando deputados, falando em fundo partidário e dos cargos do PSL. É esse áudio ao qual eu me referia, que não foi divulgado integralmente. É a interferência pessoal do presidente da República. Ele fez isso, e depois com ministros, interferindo no parlamento. A Constituição é muito clara, fala da independência dos poderes. Usaram o Palácio e os ministérios para tentar colocar o filho do presidente (Eduardo Bolsonaro) como líder do PSL. Isso é uma questão gravíssima  afirmou.

Waldir disse ainda que o ataque do presidente e de seus correligionários não é justa, pois ele e os demais parlamentares do PSL atuaram no Congresso para ajudar o governo:

Com a ajuda dos nossos parlamentares, entregamos ao presidente da República 98% de fidelidade. Aí vem o presidente e tenta me derrubar da liderança do PSL, usando o governo, usando ministros. Você acha isso justo?

Relação com Bolsonaro

Antigo aliado fiel de Bolsonaro, Delegado Waldir explicou a mudança na relação com o presidente. Segundo o parlamentar, Bolsonaro e alguns integrantes do PSL se voltaram contra o partido. Para o deputado, isso é o mesmo que “bater na mãe”.

Estão em busca do controle do fundo partidário do PSL, do caixa do PSL. E isso nós não vamos permitir. Isso não foi combinado.

Waldir disse que nem ele e nem Bivar criaram essa guerra dentro do partido. Para o deputado, foi Bolsonaro quem começou o conflito.

É ele que quer tomar o comando do PSL e tornar o presidente Luciano Bivar apenas mera figura decorativa. Foi ele que atacou a honra e a família do presidente Luciano Bivar. Foi ele que mandou a Polícia Federal mexer nas calcinhas da mulher do presidente Luciano Bivar. Foi ele que mandou a Polícia Federal entrar na casa, fazendo um circo. Não fui eu. Quem criou essa crise não são os deputados que hoje acompanham o presidente Luciano Bivar e o PSL.

 

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários