Covid-19: governo confirma hoje mais de 60 mil mortes no Brasil; alta de 1.038

julho 1, 20207:31 pm
Com os dados atualizados, o total é de 1.448.753 de infectados desde o início da pandemia no país

O Brasil chegou a 60.632 mortes em decorrência do novo coronavírus, segundo boletim mais recente do Ministério da Saúde. A pasta registrou 1.038 novos óbitos desde ontem. Nas últimas 24 horas, o governo federal também somou 46.712 casos da doença — terceiro maior número já registrado no período, perdendo apenas para os 46.860 casos do dia 26 de junho e os 54.771 do dia 19 do mesmo mês.

Com os dados atualizados, o total é de 1.448.753 de infectados desde o início da pandemia no país. O país ainda tem aos menos 826.866 casos recuperados e 561.255 mil em acompanhamento, segundo dados do Ministério da Saúde.

O Ministério da Saúde divulgou hoje durante coletiva de imprensa um novo boletim epidemiológico semanal, que mostrou uma redução no ritmo de novas mortes causadas pelo coronavírus no Brasil.

Entre os dias 21 e 27 de junho, o país registrou 7.094 novos óbitos por covid-19, uma queda de 2% em relação ao número da semana passada, quando 7.256 vítimas fatais foram contabilizadas (aumento de 7% na comparação com o período anterior).

No entanto, o número de casos da doença continuou em alta. De acordo com o ministério, foram 246.088 novos diagnósticos de infecção pelo novo coronavírus em uma semana.

O número representa um avanço de 13% em relação ao registrado no período anterior (217.065). A velocidade do aumento, porém, caiu. Na semana passada, o crescimento havia sido de 22%.

Platô em SP, mas alta no interior

O governo de São Paulo disse hoje que já é possível visualizar um platô no número de novas mortes por covid-19 na capital do Estado nas últimas seis semanas. A expectativa é de que ocorra uma redução nas estatísticas nas próximas semanas.

O interior, no entanto, mostrou um aumento de 104,76% de vítimas fatais e 172% de novos casos entre os dias 3 e 30 de junho.

As estatísticas demonstram que na semana 21 (entre 14 e 20 de maio) foram registradas 699 mortes na capital. Na última semana (19 a 25 de junho), o número de vítimas fatais na cidade foi de 611 óbitos. Ao todo, o Estado chegou a 15.030 mortos pela doença causada pelo novo coronavírus.

Isto significa que o Estado ficou na borda mínima da projeção feita para junho, que variava entre 15 mil e 18 mil óbitos. O número de casos fechou o último mês com 289.935 confirmações.

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários