Cinco fugitivos do presídio de Pedro Juan Caballero são recapturados

janeiro 21, 202011:41 am
Os policiais do estado de MS trabalham para evitar a entrada dos fugitivos em território brasileiro.

Até o momento, cinco fugitivos do presídio do Paraguai foram recapturados. Quatro deles foram localizados do lado paraguaio e um no brasileiro, entre Dourados e Ponta Porã, na BR-463. As buscas continuam na região para localizar outros 71 presos, que fugiram do presídio de Pedro Juan Caballero na madrugada de domingo (19).

Os paraguaios Ronald Francisco Brítez López, de 20, Orlando Manuel Torres Verón, de 22 e José Enrique Ullón Duarte, de 27 anos, foram recapturados por volta das 23h30 de ontem (20) em Capitán Giménez, distrito de Arroyito. Os recapturados estavam andando na beira da estrada, a cerca de dois quilômetros da delegacia de polícia do capitão Giménez.

Ontem a polícia também conseguiu prender o paraguaio Sabio Darío González Figueredo, em Pedro Juan Caballero. Além dos quatro, também foi recapturado o brasileiro Eduardo Alves Da Cruz, de 30 anos, morador de Imperatriz (MA), pelo Departamento de Operações da Fronteira (DOF). De acordo com o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, Antônio Carlos Videira, o preso Eduardo estava andando sozinho e estava descalço. Ele cumpre pena por tráfico de drogas há quatro anos.

O secretário confirmou que, do total de fugitivos, 40 são brasileiros e 36 são paraguaios.

Segundo Antônio Carlos, o número de fugitivos pode aumentar ou diminuir, porque algumas pessoas podem ter saído no decorrer da semana. Porém, até o momento, foi confirmado o total de 75 presos. De acordo com ele, tem a possibilidade das principais lideranças terem saído dias antes. A principal suspeita é de que os presos tenham saído por um túnel, mas, há a possibilidade de que eles tenham fugido pelo portão principal. Os fatos estão sendo apurados.

Por determinação do governador Reinaldo Azambuja, policiais militares e civis de MS foram deslocados para a fronteira. Os policiais do estado trabalham para evitar a entrada dos fugitivos em território brasileiro. O policiamento conta com barreiras de fiscalização e uso de helicópteros.

 

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários