Capitão da vez, Miranda desconversa sobre choro de Neymar: “É passado”

junho 26, 201811:32 am

Miranda será o capitão da seleção brasileira na partida decisiva desta quarta-feira, contra a Sérvia, em Moscou. Por essa razão, ele deu entrevista coletiva ao lado do Tite, às 11h (horário de Brasília) desta terça, véspera do duelo decisivo no estádio do Spartak e, logo na primeira pergunta, foi questionado sobre o choro de Neymar após a vitória sobre a Costa Rica.

– O jogo passado já foi resolvido, o mais importante era a vitória. É passado, vamos pensar no que vem adiante, temos um adversário importante, um jogo que define nossa situação no grupo. Não temos que pensar no individual. Nosso foco agora é só na equipe da Sérvia.

No rodízio do técnico, o zagueiro já havia usado a faixa anteriormente nas partidas contra Equador, Uruguai e Áustria. Agora, ele a usará pela primeira vez numa partida de Copa do Mundo.

– Fico feliz em mais uma vez representar todo o grupo de capitães, todo o grupo da seleção brasileira. Se eu chegar à final e ganhar, posso ser capitão ou não, minha felicidade vai ser imensa, sendo ou não capitão – disse Miranda, ao ser questionado sobre o fato de que receber a braçadeira agora significaria que ele não será o capitão numa eventual final.

“Vocês viram por que ele é escolhido”, brincou Tite, logo depois da resposta do zagueiro.

Ele é o terceiro capitão diferente na Copa do Mundo. O lateral-esquerdo Marcelo e o zagueiro Thiago Silva foram os outros. Tite avisou que manteria o rodízio, mas apenas entre atletas mais experientes. Brasil e Sérvia duelam às 15h desta quarta-feira no Estádio do Spartak.

Tite confirma mesma equipe do último jogo em coletiva (Foto: Victor Pozzella)

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários