Advogado dá nova versão para assassinatos de Rafael Miguel e dos pais dele

junho 11, 201912:32 pm

Isabela Tibcherani, namorada do ator Rafael Miguel, que foi assassinado juntamente com os pais no domingo (9), compareceu à 98º DP na noite de segunda-feira (10) para prestar depoimento sobre o crime. A mãe dela também depôs.

Segundo a Polícia Civil, o comerciante e pai de Isabela, Paulo Cupertino Matias, de 48 anos, é o autor do crime. Os policiais afirmam que Paulo não aceitava o namoro de Rafael, de 22 anos, com sua filha, de 18. Ele está foragido e é procurado pela polícia.

De acordo com o advogado de Isabela, Rafael não foi pedir o aval da família para aceitar o namoro na noite em que foi assassinado. Segundo ele, o ator e seus pais estavam dando uma carona à Isabela para sua casa.

Quando chegaram na porta, foram surpreendidos pelo pai da jovem, que estava armado. Segundo o depoimento da jovem, o pai não aceitava o namoro e era agressivo, mas ela não sabia que ele os esperava em casa.

Ainda segundo o advogado, tudo aconteceu rapidamente. Eles chegaram na casa para deixar Isabela; assim que ela desceu do carro, ela e o pai começaram a discutir e Paulo, em seguida, atirou em Rafael e, na sequência, nos pais dele, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50.

Velório

Na tarde de segunda-feira (10), Isabela foi ao velório e ao enterro de Rafael e de seus pais, que aconteceu no Cemitério Campo Grande, em São Paulo. Ela levou flores e se emocionou durante o sepultamento.

Na saída, falou rapidamente aos jornalistas. “Ele salvou a minha vida, ele foi um herói. Os pais criaram um príncipe, um anjo”, disse.

Entenda o caso

O ator-mirim Rafael Miguel, que interpretou o Paçoca de “Chiquititas“, morreu no último domingo (9) aos 22 anos, assassinado juntamente com seus pais.

Na versão dada anteriormente, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública, Rafael, acompanhado dos pais, foi conversar com o pai da namorada, Isabela, de 18 anos, sobre o relacionamento. Eles foram recebidos pela jovem e sua mãe em Pedreira, bairro da zona sul de São Paulo, por volta das 14h. Logo depois, o pai de Isabela teria chegado ao local armado e atirado nas três vítimas, que morreram no local.

Tags:
COMPARTILHAR:

Comentários